A Representação Social da Moradia

representao-social-da-moradia

Imagem: http://www.iisd.ca/habitat/

Por Mauro César de Oliveira Santos

A utilização da Teoria das Representações Sociais

Com vistas a avançar nessas questões, desenvolvemos estudos baseados na Teoria das Representações Sociais. Com isto pretendemos determinar elementos para uma melhor compreensão da relação do morador com a moradia e das intervenções pós-ocupação operadas, explorando o sentido atribuído à moradia, bem como tentando identificar o sistema de crenças e valores que influenciam preferências, comportamentos e expectativas.  Optamos por trabalhar com a Teoria das Representações Sociais, por seu reconhecimento da legitimidade do saber do senso comum, entendido como o saber prático que mantém a unidade das atitudes e opiniões. (…)

A Representação Social da Moradia em Conjuntos Habitacionais


Conjunto Pedro I:

Localizado no bairro de Realengo, na Zona Oeste da cidade, este conjunto é formado por prédios de cinco pavimentos, com apartamentos de um ou dois quartos, sala, banheiro, cozinha e área de serviço(…).

O teste de associação de palavras mostrou que “moradia” é representada socialmente como “casa”, ou seja, tipologia arquitetônica casa. Podemos ressaltar dois grupos de idéias evocadas que, associadas à “casa”, modulam o seu significado. O primeiro, de caráter subjetivo, contém as palavras “lar”, “saúde” e “conforto”. O outro grupo, de caráter objetivo, está ligado aos elementos físicos da habitação, sendo formado por “terrenos”, “móveis” e “espaço”.

Quando se pergunta aos moradores como seria a moradia ideal, cerca da metade do grupo entrevistado diz que ela deveria ter mais espaços ou mais cômodos, sejam eles: “quintal”, “varanda”, “quarto”, “sala”, “cozinha” e “área de serviço”.“Morar bem” para este grupo significa ter mais área, e assim, alcançar um estado de “bem-estar”, “paz”, “tranqüilidade”, “sossego” e “saúde”. Assim, encontramos entre os aspectos subjetivos e objetivos as motivações para as intervenções na moradia. A busca pelo quintal, ou por mais espaço na cozinha e na área de serviço, evidenciam as necessidades cotidianas familiares como lazer, descanso, guardar o carro, ter espaço para eletrodomésticos de uso diário, secar roupas, criar animais e cultivar plantas.


Conjunto Residencial Prefeito Mendes de Moraes (comumente denominado por Pedregulho):

Este conjunto está situado nos bairros de Benfica e São Cristóvão, na Zona Norte da cidade. É composto por edificações de serviços e moradia. Os blocos destinados à moradia são três. Dois deles são idênticos e apresentam dois pavimentos com apartamentos duplex, de dois, três ou quatro quartos, sala, cozinha, banheiro e varanda. O outro é curvo, situado no alto de uma colina, com dois pavimentos de apartamentos conjugados, um pavimento de uso comum e mais dois pavimentos de apartamentos duplex, apresentando de um a quatro quartos, totalizando sete pavimentos(…).

Nesse conjunto, o núcleo central foi representado pela palavra “conforto”. Ao analisarmos a questão das intervenções realizadas nos apartamentos, percebemos claramente que são estas que acabam por assegurar o “conforto” da moradia, o que se evidencia nos elementos do sistema periférico “obra” e “dinheiro”. Quando questionados sobre as modificações que realizaram em seus apartamentos, os moradores afirmam que as fizeram em maior número para aumentar espaços que consideravam pequenos para suas atividades cotidianas (incorporando o hall à cozinha) ou então para facilitar estas atividades, como é o caso da limpeza, que se torna mais fácil com a troca do revestimento de piso em taco pelo revestimento cerâmico.


Conjunto Residencial da Penha (IAPI):

O Conjunto Residencial da Penha está localizado no bairro de mesmo nome, pertencente à Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro. Esse conjunto é formado por prédios de três e quatro andares, todos com apartamentos de três quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço(…).

O núcleo central nesse conjunto é representado por “conforto” e “segurança”. Nesse caso, a segurança aparece como aspiração crescente dos moradores. Para eles, o fator segurança está ligado à falta de policiamento e à integração com o restante do bairro, como o acesso de linhas de ônibus ao interior do conjunto, que resultam na circulação de “pessoas de fora”, que podem vir a interferir na “tranqüilidade” do conjunto. Atualizando e protegendo o conteúdo do núcleo central, encontramos os elementos “comércio”, “despesas”, “espaço”, “família”, “feliz”, “harmonia”, “jardim”, “limpeza”, “organização” e “vizinhos”. Identificamos, então, que “conforto” e “segurança” estão ligados a aspectos subjetivos e objetivos, sendo estes a relação física cotidiana com a moradia, retratada seja através de atividades como organizar, limpar, fazer compras, ou até mesmo com o ter mais espaço para a realização dessas atividades. Nesse conjunto, a maioria das intervenções encontra-se na ampliação da cozinha (aspiração por espaço) e no cercamento dos prédios, delimitando seus espaços para uma maior segurança e controle.


Conjunto Residencial Realengo (IAPI):

No conjunto de Realengo, bairro de mesmo nome da Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro, onde foram entrevistados 100 moradores. Este é o único dos conjuntos estudados que combina diversas soluções tipológicas de edifício. É composto por casas e prédios de dois, três e quatro pavimentos.

Neste conjunto emergiram como elementos do núcleo central as palavras “casa” e “conforto”. Este conjunto tem como diferencial em relação aos demais a predominância da tipologia casa como solução de moradia(…). A maior parte das intervenções, no entanto, não está relacionada à representação da moradia, mas sim à baixa qualidade dos materiais empregados na construção, opção construtiva que tinha o propósito do barateamento da construção. Os materiais foram sendo substituídos, em parte pelo desgaste, mas também pelas modificações na distribuição dos cômodos ou até mesmo por serem de difícil assimilação cultural.

Os moradores mostram-se satisfeitos com a moradia apenas quando nela executam intervenções. Nas entrevistas realizadas fica evidente que o aspecto das moradias antes de tais intervenções era ruim. Os itens “família” e “lazer” complementam a noção de conforto, que traz uma idéia de satisfação dentro da própria moradia para toda a família. (…)No Conjunto IAPI de Realengo, temos que a moradia agradável é a que dá conforto e lazer à sua família, contando com uma boa localização e espaço suficientes.


Conjunto Habitacional Mirante da Taquara (Conjunto Cafundá)

O conjunto localiza-se no bairro de Jacarepaguá, e possui 11 blocos que possuem altura variando entre 7 e 13 andares, totalizando 1.443 apartamentos de 1, 2 ou 3 quartos, sala, cozinha, podendo ter 1 ou 2 banheiros. (…).

Para os moradores do Conjunto Cafundá entrevistados, a representação da moradia está vinculada à imagem da casa, intimamente ligada às questões de conforto e segurança. O conforto na moradia seria um lugar tranqüilo e espaçoso (de preferência uma “casa”), onde se teria o “mínimo necessário”, eletrodomésticos e mobiliário básico. A questão do conforto ambiental raramente é citada por eles. Muitas vezes encontramos nas modificações operadas pelos moradores contradições entre esse “conforto” e o conforto ambiental. São verificadas ampliações que, na tentativa de se obter um maior “conforto”, muitas vezes geram problemas do ponto de vista ambiental, mas são realizados na busca de uma satisfação e adequação às necessidades da família. As questões ligadas ao espaço e aos bens de consumo estão na frente em ordem de prioridades quando se trata de “morar com conforto”.


Considerações Finais

(…). A representação que o sujeito faz de seu ambiente de morar implica no conjunto de atitudes que ele empreende sobre ela. As alterações realizadas nos imóveis, por questões de ampliação de espaço ou obtenção de segurança estão presentes nas aspirações subjetivas dos moradores, atribuindo os significados à moradia. Desta forma, a concepção da edificação destinada à moradia, deve trazer conceitos que excedam os limites do espaço físico, indo ao encontro dos verdadeiros anseios da população atingida.(…).


Leia o artigo na íntegra AQUI

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: