Papeando sobre conhecimento e Ano Novo…Metamorfoses necessárias

2009 está chegando ao fim, e nós do grupo Papeando Com a Psicologia estamos satisfeitos por termos conseguido dar continuidade ao nosso propósito de divulgar o conhecimento psicológico. O que foi possível ao compartilhamos mais um ciclo de debates com todos vocês que nos visitaram, aqui no mundo virtual e nos nossos encontros ao longo deste ano.

Tendo a Psicologia como ponto de partida, tivemos a oportunidade de debater 11 temas diferentes: Contos de Fada, Comida, Casa, Mal, Mulher, Moda, Sexo, Esoterismo, Mente Criminosa, Dinheiro e Trabalho. Em todos foi gratificante a participação de pessoas com as mais diferentes formações. A diversidade de temas e de visitantes, que caracteriza os encontros do Papeando, tem permitido uma troca singular de idéias sobre a vida e o conhecimento que tenta explicá-la. Continue lendo »

Anúncios

As Metamorfoses da Carne

metamorfoses_carne

“Cães Caçadores” da National Geographic

Os restaurantes ’fast-food’ oferecem uma carne caricata e desencarnada. A estratégia destina-se a atingir um alvo: as crianças, consumidores que devem ser conquistados a qualquer preço. Mas há também uma relação ocidental, ambígua, com a carne.

*Por Pascal Lardellier

A carne nos remete inicialmente à nossa natureza carnívora, portanto, de predador. É um “alimento animal” que contém, ao mesmo tempo, a vida e a morte

A carne não é um alimento comum. Possui uma densidade simbólica de que nunca serão investidas a escarola, o macarrão ou a pasta de amêndoas. Afirmar que se trata do alimento de alguma forma absoluto, é mais do que uma frase espirituosa. Vivenda (carne, em latim medieval), etimologicamente significa “que serve para a vida”. Na verdade, várias ambigüidades de natureza antropológica contrariam a relação do homem ocidental com a carne, tornando-a complexa e equívoca. Continue lendo »